“Todo amor que houver nessa vida…”

E de repente eu recebo em meus braços todo amor que sempre quis nessa vida… Todo sentimento que entre lágrimas eu suplicava a Deus em minhas preces depois de cada coração magoado, depois de cada decepção.

– Talvez ele não tivesse vindo antes por eu não estar preparada (penso eu).

Mas agora eu sou tão madura! Dou os melhores conselhos, penso coisas bem melhores da vida, estou pronta pra amar sem preconceitos (pelo menos é o que acho)… Então porque toda essa trava? Falta de costume de receber amor dessa forma? Será que eu só pedia por não saber o que era e agora que eu sinto sua densidade, seu peso, seu sabor, eu não curti o gosto? Ah, mas é tão docinho, tão quentinho…. Deixa eu degustar mais um pouco, quem sabe vire meu prato preferido…

Anúncios

Um pensamento sobre ““Todo amor que houver nessa vida…”

  1. Aceita o amor que lhe é dado, mocinha. O que você sente agora é medo. Mas confia em você, pois você mereceu cada porção desse amor que está recebendo. Seja feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s